Balanço 2015/16 e Projecção 2016/17

seniores A 2016
04/07/2016

BALANÇO DA ÉPOCA 2015/16 E PROJECÇÃO PARA 2016/17

Agora que chegou ao final mais uma época desportiva do clube, é tempo de balanço e de projecção do futuro, reforçando tudo o que correu muito bem, e corrigindo aqui e ali o que poderá ser melhorado no futuro.

Antes de mais, realçamos que foi uma época muito positiva, designadamente no reforço da qualidade e quantidade da nossa formação, e se, na quantidade está perto de atingir os objectivos, na qualidade já não pede meças a ninguém.

Realçamos o magnífico trabalho dos coordenadores da formação, dos treinadores e dos pais que colaboraram connosco para que isto fosse possível.

Destacamos os “open days” do princípio de época e Torneio da Alameda, os inúmeros convívios em que as nossas equipas participaram, a presença de segundas equipas em vários escalões, as magníficas prestações no Youth Festival, Torneio Internacional de Treviso, Torneio Internacional de Direito e Torneio Kiko Rosa, entre muitos outros.

Apreciámos a aposta dos treinadores em formar mais que ganhar a todo o custo, que não é o principal objectivo da formação, mas também a introdução dos bons hábitos de lutar para vencer, e da importância dada ao espírito de vitória, sempre com respeito pelo adversário, quer na vitória quer na derrota.

Já na competição, finalmente, o Técnico terminou o período em que não mantinha a competição no topo em todos os escalões, tendo também estado representado nas selecções nacionais em todos esses escalões.

Foi uma travessia difícil, de muito trabalho, de captação e alterações de hábitos de treino, mas no próximo ano as nossas quatro equipas de competição estarão todas na luta pelos títulos nacionais, esperamos também que com um novo campo complementar, a breve trecho. E, a consegui-lo, será notável!

Destes, o destaque vai para os sub-16, que, numa política mais de formação de jogadores que focada em ganhar títulos, foi vice-campeã nacional de XV, perdendo apenas um jogo da “final four”, e foi campeã nacional de sevens.

Dos restantes, os sub-18, no último ano de transição, cumpriram o objectivo mínimo, ou seja, permitir a manutenção directa no principal escalão.

Já a primeira equipa de seniores voltou a disputar, pelo terceiro ano consecutivo, a meia final do principal campeonato nacional, tendo passado toda a segunda parte desse jogo à procura do ensaio que lhe permitiria ir à final. Não foi, todavia, um campeonato ao mesmo nível do ano transacto, e certamente que teremos de melhorar algumas situações para atingir o objectivo de ser campeão nacional.

Quanto à segunda equipa de seniores, no seu primeiro ano na 1ª divisão, segundo escalão do nosso rugby, cumpriu, ficando tranquilamente no 5º lugar, posição que, a manter-se o actual figurino da competição, certamente melhorará na próxima época.

Esta mudança de paradigma, focada no sucesso desportivo de todos os escalões, implicará algumas alterações na estrutura desportiva, afectando mais pais à formação, e mais gente do rugby à competição.

Ainda uma palavra para o desenvolvimento das vertentes de rugby mais social, muito importantes para a construção de um clube mais forte, referimo-nos ao “Touch Rugby”, iniciado este ano e com a participação de cada vez mais pais e antigos jogadores, bem como do crescimento das actividades dos Veteranos, esperando que estes, tal como já acontece no Touch, mantenham a prática de treino regular.

Também o projecto social do clube, que tem vindo a ser implementado consolidadamente, será uma importante aposta para o futuro.

Sendo nosso lema associar o sucesso escolar ao sucesso desportivo, procuraremos acompanhar os nossos jovens atletas, por forma a que, através da disciplina, de bons hábitos de conduta, da ligação permanente com os pais, tal venha a acontecer.

Como em tudo na vida, pode-se trabalhar a nível amador e ser-se competente, como poderá ser-se profissional, mas incompetente.

Os objectivos próximos passam por manter o amadorismo, mas de forma séria, com competência, do que resultará uma maior eficiência.

Para isso contamos com a ajuda de todos!

Os nossos agradecimentos a todos os que disponibilizam parte do seu tempo e recursos, sem qualquer contrapartida que não seja o nosso reconhecimento e o orgulho pelos resultados alcançados.

Também uma palavra muito especial para todos os patrocinadores e mecenas, para lhes transmitir que é por eles que tudo isto foi possível, e que poderão esperar, num futuro muito próximo, que as nossas parcerias se venham a tornar ainda mais frutíferas.

Muito obrigado!

Pedro Lucas

Patrocínios e apoios
Patrocínios

Apoios