Carta aberta do plantel sénior do Técnico

276169385_4601936396577669_6788621292764509614_n
21/08/2022

Desde Dezembro de 2021, o plantel sénior do Técnico tem sido envolvido em diversas situações que, marcando a época desportiva de 2021/2022 para a nossa equipa, não são representativas dos valores que defendemos enquanto grupo.

Importa recordar que este processo começou no dia 17 de Dezembro de 2021. Perto do final do jogo com a equipa do Belenenses, houve uma lamentável escaramuça entre a totalidade dos jogadores de ambas as equipas. À responsabilidade a que lhe pertence, o plantel não se esquiva, reconhecendo os seus erros que são resultado de um jogo quente, competitivo e com uma equipa competitiva, com quem partilhamos uma saudável rivalidade. Contudo, foi com surpresa que nas semanas seguintes recebemos a notícia dos castigos e que revelavam um estranho desequilíbrio na quantidade de sanções, considerando a dimensão que a “batalha” tinha tomado e a ampla participação dos jogadores de ambas as equipas.

A partir deste jogo, e para além da punição aos jogadores, foi também punido o clube com a interdição do seu campo. Punição essa que, extemporânea, surgiu apenas em Abril, quase 5 (!) meses após o jogo com o Belenenses.

Chegamos ao jogo com o CDUL, em Évora (fruto da interdição do campo das Olaias), onde este processo conhece o seu ponto alto, e cujos desenvolvimentos estão já muito bem documentados, discutidos e esclarecidos (nomeadamente pelo TAD).

Como plantel sénior do Técnico, não podemos deixar de expressar a nossa posição de repúdio relativamente a um processo doloroso do qual somos parte integrante, interessada e prejudicada desde o primeiro momento por motivos que transbordam os desportivos.

O plantel sénior do Técnico repudia todas as tentativas de divisão dos jogadores, tanto sensores como dos escalões de formação, adeptos e pais, através das mais diversas manobras de desinformação, manipulação e aliciamento.
O plantel sénior do Técnico reafirma o seu compromisso com o clube e a sua unidade em torno da resolução dos problemas que o afectam hoje, parte deles provocados deliberadamente por este processo.

O plantel sénior do Técnico apela a que todos os jogadores, ex-jogadores, pais, adeptos e famílias se unam em torno do clube, para que possamos ultrapassar esta situação o mais rapidamente possível.

Por fim, o plantel sénior do Técnico, reconhecendo também a difícil situação em que o CDUP foi colocado sem ter tido qualquer responsabilidade, solidariza-se com todos os jogadores do seu plantel sénior que se encontram numa situação de incerteza quanto à sua participação no campeonato principal.

Esperemos que este processo termine o mais rapidamente, com honestidade e lealdade, para que cada um dos jogadores possa voltar a fazer aquilo que mais gosta: jogar rugby.

Todos somos Técnico e juntos seguiremos mais fortes.

O plantel sénior do Clube de Rugby do Técnico
Lisboa, 19 de Agosto de 2022

Patrocínios e apoios
Patrocínios

Apoios